Internacional

Intercetado mais um pacote suspeito dirigido à CNN

Informação revelada através do Twitter

Jeff Zucker, presidente da CNN, revelou, através do Twitter, que foi intercetado mais um pacote suspeito dirigido à estação televisiva norte-americana.

De acordo com a informação disponibilizada no Twitter, o caso ocorreu em Atlanta.

“Esta manhã, outro pacote suspeito endereçado à CNN foi intercetado num posto dos correios de Atlanta. As instalações da CNN estão fora de perigo. Todo o correio da CNN e todas as instalações [da estação] estão a ser alvo de análises minuciosas desde quarta-feira”, refere a nota.

Recorde-se que, nos últimos dias, as autoridades detetaram dispositivos que têm sido enviados a membros do partido democrata e a críticos de Donald Trump. Barack Obama, Hillary Clinton e Robert DeNiro foram alguns dos alvos. A CNN também foi um dos alvos – os seus escritórios em Nova Iorque tiveram de ser evacuados.