Sociedade

Seca. Governo garante que Portugal vive um momento "tranquilo"

Com a chuva que se tem feito sentir em território nacional, o secretário de Estado tem esperança de este ser um ano “tranquilo”

O Governo afastou esta terça-feira a possibilidade de existir um novo cenário de seca em Portugal este ano.

"Este ano, não temos nenhum risco de isso poder ocorrer [seca], estamos num ano tranquilo e estamos a iniciar agora o período que é estimado que chova mais. Não temos nenhum período critico em nenhuma área do território", afirmou o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, em declarações à agência Lusa, à margem da cerimónia de assinatura do contrato de empreitada de conceção e construção das estações de tratamento de águas residuais (ETAR) de Carreiras e Alagoa (Portalegre), Figueira e Barros e Valongo (Avis) e de Esperança (Arronches).

Carlos Martins relembrou que as chuvas do início do ano trouxeram "uma certa tranquilidade" no que diz respeito a este assunto, pois ajudaram a “repor” os níveis dos reservatórios.

"Este foi, desse ponto de vista [seca], um ano que tendo a primeira chuva ocorrido já quase no final de fevereiro, tivemos os meses de março e de abril que repuseram as reservas em níveis que nos deram a garantia de uma certa tranquilidade", afirmou.

Com a chuva que se tem feito sentir em território nacional, o secretário de Estado tem esperança de este ser um ano “tranquilo”. Para além disso, “foram criadas as condições para monitorizarmos melhor, foram investidos quatro milhões de euros na monitorização das nossas linhas de água, quer em termos de quantidade, quer em termos de qualidade e, portanto, estamos mais preparados para lidar com esses fenómenos [seca] no futuro", explicou.