Desporto

Rússia revela que desviou ataques com drones no Mundial de 2018

O governo russo já havia revelado, em abril, que vários adeptos “extremistas” e nacionalistas haviam planeado ataques durante eventos relacionados com o Mundial 2018

DR  

 A Rússia revelou esta quarta-feira que, durante o Mundial de 2018, desviou tentativas de ataques feitos através de drones.

"[Tomámos] medidas para detetar e desviar tentativas de terroristas que usam drones durante eventos políticos ou desportivos, inclusive durante o Campeonato do Mundo", disse Alexander Bortnikov, chefe do serviço de segurança federal da Rússia, de acordo com o Telegraph.

Durante o Campeonato Mundial de futebol estiveram em alerta vários agentes da polícia e foram utilizadas várias tecnologias de segurança de última geração. Contudo, quatro elementos do grupo Pussy Riot invadiram o campo durante a final do evento, vestindo uniformes de polícias.

O governo russo já havia revelado, em abril, que vários adeptos “extremistas” e nacionalistas haviam planeado ataques durante eventos relacionados com o Mundial 2018, que acabaram por ser impedidos pelos serviços de segurança locais.