Sociedade

Homem condenado a pena suspensa por violência sobre a mãe em Póvoa de Lanhoso

Em causa estavam os crimes de violência doméstica, extorsão e injúria agravada, sendo que o tribunal condenou o arguido apenas pelo primeiro crime


Um homem, de 29 anos, foi condenado esta quarta-feira pelo Tribunal Judicial de Guimarães a três anos e meio de prisão, com pena suspensa, por violência doméstica sobre a mãe.

O arguido terá ainda de pagar uma indemnização de 5.000 euros à mãe, uma invisual de 61 anos, e fica impedido de manter qualquer contacto com a mesma. O homem terá também de frequentar um programa de prevenção de violência doméstica, de acordo com a agência Lusa.

O homem foi detido em julho, pela GNR, em Serdezelo, Póvoa de Lanhoso, depois de ameaçar de morte a mãe e de destruir vários móveis em casa. Segundo o tribunal os maus-tratos perduraram durante um ano.

Em causa estavam os crimes de violência doméstica, extorsão e injúria agravada, sendo que o tribunal condenou o arguido apenas pelo primeiro crime.

Os comentários estão desactivados.