Vida

Rihanna não terá gostado das palavras do diretor da Victoria’s Secret sobre modelos transexuais

“Não acho que o desfile deva ter transexuais porque o espetáculo mostra uma fantasia”

O desfile da marca de lingerie mais famosa do mundo realizou-se na semana passada, mas as declarações do diretor criativo da Victoria’s Secret sobre o evento ainda estão a dar que falar.

Ed Razek afirmou antes do desfile que na passerelle não estariam manequins plus-size nem transexuais.

“A marca pensa em diversidade? Sim. Oferece tamanhos maiores? Sim. Porque não mostramos isto? Não deveriamos ter transexuais no desfile? Não, não acho que devíamos. Porque não? Porque o espetáculo mostra uma fantasia”, afirmou o criativo da marca.

A manequim plus-size Louise O’Reilly não tardou em responder no seu Instagram. “Eis um exemplo do motivo pelo qual as marcas devem ter cuidado com as opiniões dos diretores. Especialmente quando é um homem de 70 anos que vive no passado”.

A cantora Rihanna, que apresentou recentemente a SavageXFenty, uma linha de lingerie para todo o tipo de mulheres, não gostou das declarações de Ed Razek e colocou like na crítica de Louise O’Reilly.

Após ter estalado a polémica, Razek chegou a emitir um pedido de desculpas, admitindo que foi “insensível”.

O diretor da Victoria’s Secret adiantou ainda que recebeu modelos transexuais nas audições para o desfile, mas nenhuma passou à fase seguinte.