Sociedade

Sete ilhas açorianas em aviso laranja por causa da depressão Carlos

Ventos fortes e agitação marítima vão marcar esta sexta-feira no arquipélago dos Açores

A depressão Carlos fez o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocar sete ilhas do arquipélago dos Açores sob aviso laranja. O grupo central devido a agitação marítima e o grupo ocidental por agitação marítima e ventos fortes.

As ilhas da Terceira, Graciosa, Pico, São Jorge e Faial deverão estar sobre aviso laranja – o segundo mais grave da escala – durante todo o dia de sexta-feira, estando com aviso amarelo para ventos fortes a partir das 18h00 de quinta-feira.

O grupo ocidental, composto pelas ilhas das Flores e Corvo, estarão sob aviso laranja desde as 18h00 de quinta-feira devido ao vento e sexta-feira devido a agitação marítima. As ilhas de São Miguel e Santa Maria vão estar sob aviso amarelo durante todo o dia de sexta-feira.

Segundo o IPMA, esta quinta-feira a depressão Carlos irá estar posicionada a noroeste do arquipélago dos Açores, movendo-se para este-sueste, o que irá provocar “um aumento da intensidade do vento e da agitação marítima em toda a região”.

Já esta quarta-feira a Autoridade Marítima Nacional tinha emitido uma nota onde recomendava a "adoção de medidas de precaução, nomeadamente o reforço da amarração e vigilância apertada das embarcações atracadas", aconselhando também que se evitasse “passeios junto ao mar, em especial nos molhes, e nas praias”. "A população deve evitar as zonas costeiras, em especial as expostas à agitação marítima e junto à orla marítima, manter uma atitude vigilante, tendo em conta que nestas condições extremas, o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras", alerta ainda a Autoridade Marítima Nacional.