Sociedade

Milhares de trabalhadores de todo o país vão estar na manifestação da CGTP esta quinta-feira

A manifestação, que tem como lema “Avançar nos Direitos; Valorizar os Trabalhadores”, está marcada para o início da tarde e decorrerá entre o Marquês de Pombal e os Restauradores

Milhares trabalhadores da CGTP juntam-se esta quinta-feira numa manifestação em Lisboa em defesa de melhores condições de vida e de trabalho.

De acordo com João Torres, dirigente da CGTP responsável pela área da ação reivindicativa da central sindical, citado pela agência Lusa, são esperados na manifestação mais de 10.000 trabalhadores de todo o país.

"Tendo em conta a disponibilidade que tem sido manifestada pelos trabalhadores nos plenários que têm sido feitos nos últimos dias, estamos animados com o êxito da manifestação e achamos que ela pode chamar a atenção do Governo e dos patrões para as nossas reivindicações", afirmou João Torres, em declarações à Lusa.

A manifestação, que tem como lema “Avançar nos Direitos; Valorizar os Trabalhadores”, está marcada para o início da tarde e decorrerá entre o Marquês de Pombal e os Restauradores.

Algumas da exigências dos trabalhadores da CGTP são: o aumento dos salários de todos os trabalhadores em 4%, garantindo um mínimo de 40 euros, a fixação do salário mínimo nos 650 euros em janeiro de 2019, o aumento das pensões de reforma, a defesa e melhoria dos serviços públicos e funções sociais do Estado.