Desporto

Seleção portuguesa com Síndrome de Down sagra-se campeã europeia de futsal

"Estes jogadores merecem o nosso reconhecimento, mas existe uma grande desigualdade por parte da comunicação social”, lamenta o selecionador nacional

A seleção portuguesa venceu esta quinta-feira o campeonato europeu FIFDS - Federação Internacional de Futebol para Síndrome de Down, ao derrotar a Itália, campeã do mundo, por 4-0.

Portugal já tinha defrontado duas vezes a Itália neste campeonato – venceu da primeira vez (5-3) e perdeu na segunda (4-3).

A seleção portuguesa é composta por 10 elementos, com idades entre os 23 e os 44 anos. “Os jogadores são de vários pontos do país, mas a maioria é do Norte. Muitos deles pertencem a clubes e a instituições de solidariedade social”, explicou o selecionador Pedro Silva ao jornal Público.

Pedro Silva lamentou ainda o facto de estes jogos não receberem destaque na imprensa: “Estes jogadores merecem o nosso reconhecimento, mas existe uma grande desigualdade por parte da comunicação social”.

Recorde-se que esta é a primeira edição do campeonato europeu.

A síndrome de Down é uma doença também conhecida como trissomia 21. Trata-se de um problema genético, caracterizado pela existência de três cromossomas 21, em vez de apenas um par. Este cromossoma a mais gera uma série de complicações físicas e cognitivas.