Internacional

Brasileiro de 21 anos condenado a prisão perpétua por assassinar e desmembrar quatro familiares

O crime aconteceu em 2016, na cidade de Pioz, a Leste de Madrid

DR  

Um brasileiro, de 21 anos, foi esta quinta-feira condenado a prisão perpétua pelo tribunal de Guadalajara, em Espanha, depois de, em 2016, matar e desmembrar dois tios e dois primos, de 1 e 4 anos.

Em Espanha a pena de prisão perpétua pode ser revista de 25 em 25 anos, de forma a perceber se o réu pode sair em liberdade. No caso de Patrick Gouveia, a defesa pediu que a pena de prisão perpétua fosse revisável alegando que este sofria danos cerebrais. Contudo, de acordo com um familiar de Patrick, em declarações à imprensa brasileira, é difícil que este possa sair em liberdade devido ao histórico do caso.

Além da sentença aplicada, Patrick Gouveia terá de pagar ainda uma indemnização de 120.000 euros aos pais dos tios e 18.000 euros para cada um dos seus irmãos.

Segundo a agência EFE, enquanto assistia à leitura da sentença, através de uma videoconferência na prisão, Patrick não mostrou qualquer reação à condenação.

O crime aconteceu em 2016, na cidade de Pioz, a Leste de Madrid. Janaína Américo, Marcos Campos Nogueiro e os filhos foram encontrados mortos e desmembrados um mês depois do crime. Pouco tempo depois, Patrick Gouveia entregou-se à polícia espanhola e confessou o crime, que cometeu com recurso a uma faca.