Desporto

André Cardoso suspenso quatro anos por doping

O ciclista português André Cardoso foi punido com quatro anos de suspensão, devido a um controlo antidoping positivo

O português André Cardoso foi punido com quatro anos de suspensão pela União Ciclista Internacional (UCI), devido a controlo antidoping positivo a EPO (eritropoietina).

A UCI puniu o corredor, de 34 anos, no âmbito de um caso ocorrido antes da Volta a França de 2017, quando André Cardoso acusou positivo a EPO, duas semanas antes do início da competição.

O controlo aconteceu alguns dias depois de o português ter terminado o Critério do Dauphiné em 19.º lugar, o que contribuiu para a sua presença na equipa Trek-Segafredo, designada para a Volta a França daquele ano, na qual faria a sua estreia.

O ciclista, que esteve presente nos Jogos Olímpicos de Pequim'2008 e Rio de Janeiro'2016, estava já suspenso preventivamente pela UCI desde julho de 2017.