Sociedade

Ministro da Defesa diz que acredita que roubo de Tancos não terá “repetição”

João Gomes Cravinho afirma que os vários ramos das Forças Armadas deram “todas as garantias quanto à segurança dos equipamentos que estão guardados”


João Gomes Cravinho, no novo ministro da Defesa Nacional, disse esta sexta-feira que tem “absolutamente nenhum receio” sobre a segurança dos paióis das Forças Armadas, depois do que aconteceu em Tancos.

“Acredito plenamente que não haverá uma repetição desse episódio", disse o ministro, referindo-se a Tancos, no final de uma visita às instalações da Brigada Mecanizada do Exército, em Constância.

Sobre a investigação, o ministro da Defesa Nacional reforça que “há um processo em curso” e que os responsáveis máximos dos três ramos das Forças Armas, seja do Exército, da Marinha e da Força Aérea, já deram “todas as garantias quanto à segurança dos equipamentos que estão guardados” nos vários paióis do país.

A visita do ministro da Defesa ao complexo militar de Santa Margarida teve como objetivo “compreender os dispositivos de segurança que estão atualmente acionados”. “Não se pode ser ministro da Defesa sem visitar Santa Margarida”, uma infraestrutura que “desde sempre faz parte do meu imaginário”.

Os comentários estão desactivados.