Politica

Costa está “muito satisfeito” com a liberdade de voto no caso das touradas

Em causa está a proposta avançada pelo Grupo Parlamentar do PS para reduzir a taxa do IVA nos espetáculos tauromáquicos para 6%

António Costa disse estar “muito satisfeito” pela decisão do Grupo Parlamentar do PS ter dado liberdade de voto aos deputados na votação da proposta sobre o IVA da tauromaquia.

O governo avançou com a proposta de manter o IVA das touradas em 13% mas o PS apresentou uma contraproposta em que estes espetáculos seriam taxados a 6% de IVA como os restantes espetáculos culturais.

O primeiro-ministro manifestou-se “muito satisfeito” por os deputados “poderem ser livres de votar a proposta do governo”. Normalmente, em questões de Orçamento do Estado os deputados têm disciplina de voto, ou seja, votam todos da mesma forma.

António Costa aproveitou ainda o momento para manifestar a sua satisfação face às declarações de Carlos César, líder da bancada parlamentar, que “deixou claro aquilo que era óbvio”, ou seja “o inequívoco apoio do grupo parlamentar do PS ao governo”.

Costa reforçou ainda que a proposta da bancada “não pretende de forma alguma desautorizar aquilo que é uma posição muito clara do governo”.

"Assim espero que aconteça, que no exercício da sua liberdade, a maioria dos deputados do PS vote a proposta do Governo e ela seja aprovada", disse ainda o secretário-geral do PS.