Sociedade

Borba. Pedro Siza Vieira garante que "têm de ser apuradas as responsabilidades"

"É uma tragédia, lamentamos o ocorrido. Damos as condolências sinceras às famílias enlutadas"


Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, garantiu esta segunda-feira que será aberto um inquérito para apurar “responsabilidades” do acidente que ocorreu na última segunda-feira em Borba.

"Trata-se de uma situação em que têm de ser apuradas as responsabilidades. Será aberto o devido inquérito. Como sabem, é uma estrada municipal relativamente à qual é preciso também apoiar a recuperação, mas é um tema que nos condói a todos", referiu aos jornalistas, à saída de uma reunião em Penamacor, Castelo Branco.

Pedro Siza Vieira apresentou ainda as suas condolências às famílias das vítimas.

"É uma tragédia, lamentamos o ocorrido. Damos as condolências sinceras às famílias enlutadas", disse.

Relativamente aos alertas que já tinham sido dados devido aos riscos existentes naquela via e às possíveis responsabilidades do Governo, o ministro da Economia referiu que a estrada estava sob alçada municipal há 13 anos e voltou a referir que toda a situação tem de ser apurada.

"Neste momento, o mais importante é apoiarmos aqueles que estão a tentar resgatar os corpos e a tentar ajudar a consolidar a situação daquela estrada", afirmou.

Recorde-se que ontem, segunda-feira, um troço da estrada municipal que liga Vila Viçosa a Borba abateu. Até ao momento foram confirmadas oficialmente duas vítimas mortais, sendo que um dos corpos já foi retirado.