Economia

Marca italiana de massas quer fazer concorrência à Nutella

Creme de chocolate da Barilla não vai ter óleo de palma

A Nutella, da empresa familiar italiana, Ferrero é a líder incontestada do mercado de cremes de chocolate para barrar. A segunda opção mais popular é o Cokokrem, da Yildiz Holding, da Turquia e tem apenas 2% do mercado.

Mas nem tudo é perfeito no mundo do creme de chocolate e avelã da Ferrero, a mesma marca que nos dá os Kinder e os Ferrero Rocher. A utilização de óleo de palma na receita de Nutella tem levantado preocupações, pois este ingrediente pode ter consequências, a médio-longo prazo, para a saúde dos consumidores.

A preocupação, que já tem uns anos, foi abordada pela marca italiana com uma campanha publicitária, lançada em 2016, onde a Ferrero garantia que o uso do óleo de palma era seguro quando refinado a uma temperatura exata, e que a empresa só comprava o ingrediente a plantações sustentáveis.

Problema resolvido, assim terá pensado a Ferrero. Mas agora surge a Barilla, marca de vários tipos de massa à venda em Portugal, que promete um creme de chocolate capaz de concorrer com a Nutella com a mais-valia de tirar o óleo de palma da equação, já que o seu Crema Pan di Stelle é produzido antes com óleo de girassol, segundo a Reuters.

Além disso, a Barilla aposta também na redução do açúcar, o seu produto terá menos 10% de açúcar. O novo creme de chocolate para barrar estará disponível nas prateleiras dos supermercados italianos já em janeiro. Haverá caminho para a internacionalização, mas não se sabe ainda quando é que o produto chegará a Portugal.