Cultura

Estes são os conteúdos mais pirateados em Portugal

Dados foram recolhidos pelo jornal i

Filmes
•  De acordo com o relatório de atividades de 2017 do Movimento Cívico Antipirataria na Internet (MAPiNET), os filmes continuam a ser os conteúdos mais apetecíveis. Havia, em 2017, quase tantos websites para partilhar filmes como para partilhar todo o tipo de conteúdos. 

Futebol
•  Os jogos de futebol continuam a estar no topo da lista de conteúdos a que as pessoas mais querem aceder. Os canais mais pirateados foram todas as opções da Sport TV. 

Livros
•  2017 ficou ainda marcado por uma “forte quantidade” de denúncias por causa de websites dedicados à temática dos livros. Foram bloqueados três sites.

Música
•  De acordo com o relatório da MAPiNET, “dos 33 websites que se dedicavam em exclusivo à disponibilização de música online, 16 acabaram por desaparecer ou mudar de conduta”. 

Software
•  Ainda que não tenham sido encontrados websites que servissem apenas esta matéria, grande parte dos endereços bloqueados que partilhavam todo o tipo de conteúdos tinham “uma forte apetência por partilha de software de forma ilícita”.