Sociedade

Drenagem da pedreira em Borba recomeça esta noite

Devido às dificuldades que houve na drenagem da pedreira foi acrescentado um quarto tubo para retirar um maior volume de água

A chuva prejudicou o trabalho da Proteção Civil para drenar as pedreiras onde a EN255 ruiu. No entanto, o comandante distrital anunciou que os trabalhos vão ser retomados pelas 23h00.

O anúncio foi feito durante o briefing. O retorno das operações permite “rentabilizar os meios que temos a trabalhar connosco e que estão empenhados”, disse José Ribeiro. A operação foi montada para que pudesse operar tanto de dia como de noite.

Sobre os três desaparecidos, a informação mantém-se desde segunda-feira, data em que a estrada colapsou arrastando uma retroescavadora e duas viaturas ligeiras, ou seja não há resposta. José Ribeiro reforça que a operação em curso é delicada e morosa.

A dificuldade em drenar a água tem atrasado o processo de localização das vítimas e das respetivas viaturas. Chegou a ser colocado um quarto tubo para que o volume de água a ser retirado fosse mais elevado.

"Estamos conscientes da dificuldade da operação que tem de ser desenvolvida segundo alguns passos, mas estamos todos empenhados nesta missão.", disse ainda José Ribeiro.

O comandante acrescentou ainda que o sonar que a Marinha disponibilizou esta quinta-feira vai permitir que seja feito um reconhecimento mais pormenorizado ao fundo da pedreira.