Internacional

Homem que partilhou fotografia da namorada depois de a matar e decapitar condenado a 25 anos de prisão

O caso remonta a 2015

DR  

Um homem foi condenado recentemente a 25 anos de prisão pela Justiça de São Paulo por feminicídio, depois de matar, decapitar e partilhar uma fotografia da cabeça da namorada nas redes sociais.

O caso remonta a 2015 quando Shirley Souza, a vítima, tinha apenas 16 anos. De acordo com a Globo, esta segunda-feira, José Ramos dos Santos alega que matou a namorada por desconfiar que esta estava grávida de outro homem.

José, que na altura tinha 23 anos, confessou ter ido a casa de Shirley, onde a estrangulou e asfixiou. Posteriormente, o próprio contou que cortou o pescoço da jovem com uma faca.

Shirley estava grávida de seis meses.

Depois de transportar a cabeça da vítima numa mochila, o réu tirou uma fotografia e partilhou no Facebook.

“Traiu-me na véspera de natal. Traição dá nisso... mentiras...odeio", disse José Santos, na legenda imagem, citado pela Globo. "Matei-a agora ela vai trair-me no inferno", acrescentou.

José Ramos dos Santos foi condenado a 25 anos, cinco meses e dez dias de prisão preventiva.