Internacional

Secretário-Geral da NATO avisa Moscovo que “acções terão consequências”

O Secretário-Geral da NATO, Jens Stoltenberg deixou o aviso a Moscovo, repetindo mais do que uma vez, “a Rússia tem de compreender que as suas acções terão consequências”

Após a reunião extraordinária da Comissão NATO-Ucrânia para discutir a situação actual entre a Rússia e a Ucrânia, Secretário-Geral da NATO, Jens Stoltenberg deixou o aviso a Moscovo, repetindo mais do que uma vez, “a Rússia tem de compreender que as suas acções terão consequências”.

“Este incidente relembra-nos que está a decorrer uma guerra na Ucrânia, proferiu Stoltenberg  que declarou, em nome da NATO, total apoio à integridade e soberania territorial da Ucrânia, incluindo aos direitos de navegação nas suas águas territoriais, sob a lei internacional. Stoltenberg referiu ainda que “vamos continuar a ser fortes e firmes”,

Questionado se haverá uma acção concreta por parte da aliança militar do Atlântico Norte, Stoltenberg frisou mais uma vez que existirão consequências pela acção de Moscovo que capturou, no passado domingo, três navios ucranianos.

Condenando a anexação da Crimeia, em 2014, Stoltenberg reforçou que a NATO não reconhece a soberania russa naquele território e, como tal, a organização “aumentou a sua presença no mar negro em terra, mas também em policiamento aéreo”.