Internacional

Tempestade de areia com quase 100 metros cobre cidade chinesa | Fotogaleria

Pequim pode ser afetada por uma tempestade semelhante

AFP
AFP
AFP
AFP

Mais de 1,2 milhões de habitantes da cidade chinesa de Zhangye, no noroeste do país, foram aconselhados, esta segunda-feira, a usarem máscaras na cara para se protegerem da poeira no ar, provocada por uma tempestade de areia com quase 100 metros de comprimento.

A população já está habituada a este tipo de fenómenos, que são comuns na região devido à proximidade com o deserto de Gobi, mas a dimensão e forma da tempestade não deixou de surpreender os habitantes.

A areia no ar e os ventos superiores a 60 Km/h diminuíram a visibilidade a menos de 10 metros.

A capital, Pequim, corre o risco de ser também ser afetada por uma tempestade semelhante, segundo a agência de notícias chinesa Xinhua.