Desporto

Grécia. André Simões afastado pelo presidente do AEK

O médio português, que até é um dos capitães do atual campeão grego, termina contrato no fim da temporada e não aceitou as propostas de renovação que lhe foram apresentadas até agora. Já ficou fora dos convocados para o jogo desta terça-feira frente ao Ajax, no grupo do Benfica na Liga dos Campeões

André Simões faz parte de um grupo composto por mais dois atletas que se viu de repente afastado da principal equipa do AEK de Atenas, campeão em título da Grécia. O médio português de 28 anos, que até é um dos capitães de equipa, está no AEK há três anos e meio, termina contrato no fim da época e tem rejeitado as propostas de renovação apresentadas pelo clube; por esse motivo, o presidente do clube decidiu agora retirá-lo do grupo de trabalho, juntamente com o central Lampropoulos e o avançado Bakasetas.

"A partir de agora, apenas os jogadores que tenham paixão pelo clube irão jogar. Têm de merecer um lugar em campo. Quem não quiser ficar na equipa, que me diga. Simões, Lampropoulos e Bakasetas não chegaram a acordo para renovar contrato e iremos procurar opções para deixarem o clube em janeiro", disparou Dimitris Melissanidis após a derrota do último fim de semana (1-2) com o Panetolikos (onde André Simões até marcou).

O trio, de resto, já não foi convocado para o jogo desta tarde com o Ajax, do grupo E da Liga dos Campeões - o mesmo do Benfica -, onde o conjunto grego tem pelo menos de empatar para manter acesas as aspirações de se qualificar para a Liga Europa. Na antevisão do encontro, o treinador Marinos Ouzounidis também falou sobre o assunto. "Estes jogadores ajudaram muito a equipa, mas desde que começámos a falar que não conseguimos chegar a um acordo. Provavelmente o melhor para o clube é tomar uma decisão", sentenciou.