Sociedade

Procurador que investigou Tancos vai assumir cargo de diretor Nacional Adjunto da PJ

Informação foi divulgada esta terça-feira pelo MP

João de Melo, um dos procuradores que conduziu os inquéritos do caso de Tancos, vai assumir o cargo de diretor Nacional Adjunto da Polícia Judiciária (PJ).

A autorização, concedida pelo Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), foi deliberada em reunião plenária a 20 de novembro e divulgada esta terça-feira na página do MP.

Além da nomeação de João de Melo, na mesma reunião, foi autorizada a nomeação, em comissão de serviço, dos procuradores José Norberto Ferreira Martins para diretor da Diretoria do Norte da PJ, de Jorge Paulo Quinta Leitão para diretor da Diretoria do Centro da PJ e de António Miguel Fernandes Madureira para diretor da Diretoria do Sul da PJ.