Internacional

Crianças não podem enviar cartas ao Pai Natal por causa da proteção de dados

A autarquia proibiu a tradicional cerimónia onde as crianças colocavam as cartas com as prendas que queriam numa árvore no mercado local.

Todos os anos, na cidade de Roth, na Baviera, Alemanha, as crianças colocavam as suas cartas para o Pai Natal numa árvore no mercado local. No entanto este ano a tradição foi cancelada e a culpa é a da lei de proteção de dados que entrou este ano em vigor na União Europeia.

Isto porque, nos envelopes, as crianças escreviam o nome, a idade a morada, explica o Daily Mail. Por isso, e tendo em conta as novas regras, a autarquia decidiu acabar com a tradição porque para seguir a lei teria de reunir uma autorização formal dos pais das cerca de quatro mil crianças.

O porta-voz da Comissão Europeia já se pronunciou sobre o caso dizendo que a autarquia fez uma interpretação “incorreta” à lei. “O Pai Natal já deve ter os contactos das famílias de modo a conseguir entregar os presentes indicados nas listas que recebe”, disse.