Desporto

Jorge Jesus pode voltar ao Benfica já em janeiro

Treinador do Al Hilal é o preferido de Vieira para substituir Rui vitória

A saída de Rui Vitória do Benfica deverá ser oficializada esta quinta-feira, assim sendo, fica aberto o processo de recrutamento para o seu sucessor.

O presidente do clube, Luís Filipe Vieira, não esconde que tem uma relação de amizade com o técnico dos sauditas do Al Hilal, pelo que Jorge Jesus será o mais forte candidato ao cargo de treinador dos encarnados, cargo deixado vago por Rui Vitória.

Segundo o Record, Jorge Jesus pode viajar em breve para Portugal, a mais de seis meses de terminar o vínculo contratual com o Al Hilal, para acertar contrato com o Benfica.

A eventual saída de Jorge Jesus, que já manifestou no seu círculo mais próximo a vontade de regressar a Portugal, implica o pagamento de uma indemnização ao Al Hilal, clube com quem o técnico luso recusou renovar.

Por outro lado, o contrato com os sauditas não será um obstáculo intransponível, pois, segundo o jornal desportivo, permite-lhe uma saída fácil, mediante o pagamento de uma verba de um milhão de euros.

No fundo é tudo uma questão de timing, sendo que Jesus não deverá voltar antes do final do ano, até por uma questão de tributação, o mais provável é que o treinador, no caso de acertar com o Benfica, só regresse em janeiro.

Recorde-se que embora o cenário da saída de Rui Vitória seja o mais provável, nada está oficializado ainda. Aliás, o treinador já está no Seixal a orientar o treino dos encarnados desta quinta-feira, onde apareceu visivelmente bem-disposto.

A ser oficializada a saída de Vitória, deverá ser Bruno Lage, técnico da equipa B, que deverá assumir interinamente o comando da equipa, tendo Luisão e Júlio César como adjuntos.

No caso de Rui Vitória sair mesmo e de Jorge Jesus não voltar, Vieira tem já uma lista de nomes a ponderar.

O Record adianta que o antigo treinador do FC Porto Vítor Pereira fará parte dos nomes em cima da mesa, assim como Paulo Fonseca, Rui Faria e Luís Castro.