Economia

Preço das casas vai continuar a subir, diz Moody's

Dados da agência de notação apontam para subir de, no máximo, 8% até 2020

DR  

O preço das casas parece não querer parar de subir e o cenário vai manter-se até 2020, diz a Moody's. 

A agência de notação prevê que o valor do imobiliário residencial suba entre 7% e 8% nos próximos dois anos, fazendo assim com que Portugal continue a ser um dos países em que os preços mais têm aumentado, segundo o Dinheiro Vivo.

"Portugal, Holanda e Irlanda deverão ser os que mais irão beneficiar com a valorização dos preços das casas nos próximos dois anos", afirmou a Moody's, que prevê uma subida um pouco mais modesta para os mercados europeus e a subida mais elevada para Portugal.

“Existem algumas áreas em que o desfasamento entre a procura e a oferta está a levar a uma forte apreciação do preço do imobiliário residencial e comercial”, explicou a agência ao jornal.

O cenário de crescimento tinha já sido dado a conhecer pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), apontado para um crescimento de mais de 16% desde o início de 2016.