Internacional

Mulher que se barricou num banco em França já se rendeu

Saiu do banco com as mãos no ar em sinal de rendição após 45 minutos de negociações

A negociação entre a mulher que se barricou numa dependência bancária do LCL em Alès, no sul de França, e a polícia durou pouco mais de uma hora.

A mulher, que de acordo com testemunhas citadas pela imprensa local, terá problemas psiquiátricos, saiu do banco com as mãos no ar em sinal de rendição, depois de 45 minutos de conversações com as autoridades.

Recorde-se que a mulher tinha entrado no banco por volta das 9h30, menos uma hora em Portugal, dizendo que estava armada com explosivos e ameaçando explodir o edifício.

As autoridades montaram um perímetro de segurança e evacuaram os prédios vizinhos.

A situação não implicou a existência de reféns, uma vez que as pessoas que estariam no interior do banco foram retiradas.

No local estiveram também membros da unidade tática de elite da Polícia Nacional Francesa RAID.