Vida

Funcionária de companhia aérea ridiculariza criança de cinco anos

A funcionária riu-se do nome da criança e ainda partilhou a fotografia do bilhete nas redes sociais

Quando Traci Redford entregou à funcionária da companhia aérea Southwest Airlines o bilhete da filha não estava à espera que a criança de cinco anos fosse ridicularizada. Tudo porque se chama Abcde.

O incidente aconteceu no aeroporto John Wayne, em Santa Ana, Estado da Califórnia. Traci e a sua família estavam a entrar para o avião antes dos restantes passageiros porque Abcde sofre de epilepsia.

Traci terá dito à funcionária para parar de rir, tendo-se sido forçada a explicar à criança que “nem toda a gente é simpática e nem toda a gente vai ser simpática”.

Para além de se ter rido, a funcionária chegou mesmo a tirar fotografia ao bilhete e publicou-a nas redes sociais. “Enquanto estava sentada, ela tirou uma fotografia ao meu bilhete e decidiu publicar nas redes sociais, a ridicularizar a minha filha”, conta Traci à ABC. Segundo a mãe da criança, o nome deve ler-se “ahb-city”.

Foi só mais tarde que Traci descobriu que a fotografia do nome da sua filha andava a ser partilhada na internet. “Só fui chamada a atenção por alguém que viu a fotografia no Facebook e reportou à Southwest Airlines. Duas semanas depois de ter apresentado a queixa formal, a Southwest ainda não fez nada”, queixa-se

A companhia apresentou as suas “sinceras desculpas à família”, cita a Sky News. “Nós temos muito orgulho em alargar a nossa hospitalidade a todos os nossos clientes, o que inclui viver segundo a regra de ouro e tratar todos os indivíduos com respeito, seja em pessoa seja online”, acrescentam.