Sociedade

Suspeita de sabotagem no Metro de Lisboa leva PJ a investigar

Esta semana, em três dias consecutivos, as carruagens da linha verde avariaram interrompendo a circulação

A Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária (PJ) está a investigar suspeitas de sabotagem nas carruagens do Metro de Lisboa. Na última semana houve vários incidentes nas carruagens que levaram à interrupção da circulação.

Segundo avança a Sábado, os inspetores estiveram esta quinta e sexta-feira nas oficinas do metro, na Pontinha, para realizar perícias às carruagens responsáveis pelos problemas na circulação.

As investigações ainda estão numa fase preliminar e não se sabe se houve uma participação da administração do Metro ou dos sindicatos dos trabalhadores à PJ para averiguar o que se passa.

A linha verde – que liga Telheiras ao Cais do Sodré – esteve esta semana interrompida por três vezes, em três dias consecutivos, devido a problemas nas carruagens. Na terça-feira a circulação chegou mesmo a estar parada mais de duas horas.

A primeira avaria aconteceu na segunda-feira, perto da estação do Intendente, e forçou os passageiros a terem de se deslocar a pé até à estação mais próxima. Na terça-feira a composição avariou perto da estação de Roma, resultando no corte da linha entre as 7h45 e as 8h32. Na quarta-feira nova avaria voltou a atrasar a circulação pelas 8h30.