Cultura

Coleção portuguesa de fotografia vence prémio internacional

A concurso estiveram mais de mil obras dos mais importantes artistas contemporâneos

O Novo Banco foi contemplado com o prémio para ‘coleção excecional de fotografia de artistas vivos do século XXI’ nos ‘Corporate Art Awards’, uma iniciativa internacional que promove o mecenato cultural no mundo das empresas. A cerimónia anual de entrega dos prémios realizou-se esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica.

A concurso nesta edição apresentaram-se empresas como a American Express, o Deutsche Bank, a BMW, a Fiatk, a Lego e a Lufthansa.

Reunindo cerca de mil obras dos mais importantes artistas contemporâneos que usaram a fotografia como meio de expressão, a coleção do Novo Banco já fora em 2014 considerada uma das cem melhores coleções corporativas de todo o mundo. Entre os nomes representados encontram-se Cindy Sherman, Candida Höfer, Thomas Struth, Jeff Wall, Robert Frank e Andreas Gursky.

No início deste ano o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, anunciou que a coleção rumará a Coimbra, onde passará a ficar a título permanente em exposição no Convento de São Francisco.