Sociedade

Banco Alimentar contra a Fome recolhe mais de 2.000 toneladas de alimentos durante fim de semana

No sábado, Marcelo Rebelo de Sousa visitou as instalações do Banco Alimentar, em Lisboa, juntamente com o seu homólogo de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca

Foram recolhidas 2.146 toneladas de alimentos pelo Banco Alimentar contra a Fome durante o fim de semana.

Isabel Jonet, presidente do Banco Alimentar contra a Fome, citada pela agência Lusa, referiu que a campanha “foi fantástica” e que só na capital portuguesa foram recolhidas 557 toneladas, o que representa”mais 30 toneladas por dias que no ano anterior”.

Segundo o Banco Alimentar, as 2.146 toneladas de alimentos recolhidas, em mais de duas mil superfícies comerciais, serão entregues a 2.600 instituições de solidariedade social, que, posteriormente, fazem a distribuição por cerca de 400 mil pessoas com carências alimentares comprovadas.

"Agradecemos aos muitos milhares de doadores de alimentos, a todos os voluntários e às inúmeras empresas e entidades que tornaram possível esta campanha, dando assim uma vez mais um contributo inestimável que permite aos Bancos Alimentares continuarem a acudir a muitos dos nossos concidadãos mais necessitados. Tudo somado, embora não possamos ainda fazer um balanço final, pois a campanha decorre online até 09 de Dezembro, os resultados são muito positivos", referiu Isabel Jonet, em comunicado, citado pela Lusa.

No sábado, Marcelo Rebelo de Sousa visitou as instalações do Banco Alimentar, em Lisboa, juntamente com o seu homólogo de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, e referiu que a campanha “é uma obra nacional” e realçou o apoio de mais de 40.000 voluntários para a sua realização.