Sociedade

Feira Popular. Venda de terrenos novamente adiada

O espaço dará lugar a uma área de habitação e escritórios

Esta segunda-feira voltou a ser adiada a hasta pública relativa à venda dos terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa, em Entrecampos, avança a agência Lusa, que cita fonte oficial da Câmara Municipal.

A hasta pública de duas parcelas e dois lotes de terreno, relativa à Operação Integrada de Entrecampos, foi adiada para dia 12 de dezembro, mas os “três concorrentes mantêm-se”. Esta é já a quarta data agendada para a realização da hasta pública.

Segundo a autarquia, o adiamento deveu-se à necessidade dos "três concorrentes terem mais tempo para analisar o processo e a resposta da câmara de Lisboa às questões levantadas pelo Ministério Público (MP)".

A Câmara de Lisboa recebeu propostas das empresas Fidelidade Property Europe, SA., Dragon Method, SA., e MPEP -- Properties Escritórios Portugal, SA.

A hasta pública estava inicialmente agendada para o dia 12 de novembro, depois de um primeiro ofício do Ministério Público levantar questões relacionadas com o projeto de requalificação da zona, mas acabou por ser adiada e remarcada para o dia 23 de novembro. Contudo, não se voltou a realizar.

A Câmara Municipal de Lisboa voltou a remarcar a sessão pública de venda para hoje, mas não se realizou.

Segundo a Lusa, a fonte da Câmara Municipal de Lisboa (CML) afirma que este novo adiamento serve para os candidatos terem ainda "mais tempo para analisar o processo e a resposta da CML às críticas do MP".

O espaço dará lugar a uma área de habitação e escritórios.