Desporto

Benfica: "Campeonato sujo com total dualidade de critérios"

Encarnados indignados com o castigo a Sérgio Conceição na sequência da expulsão do treinador do FC Porto no dérbi com o Boavista

O treinador do FC Porto foi multado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em 765 euros, na sequência da expulsão no dérbi com o Boavista.

O motivo da expulsão, que aconteceu após o golo solitário de Hernâni, que deu a vitória ao FC Porto no último suspiro da partida, foi descrito no relatório feito pelo árbitro da partida, Hugo Miguel.

"O agente foi considerado expulso porque após a obtenção do golo da sua equipa, dirigiu-se ao banco da equipa visitada, festejou o golo de forma efusiva com os punhos cerrados e gritou repetidamente: 'tomem c..., tomem c...'. Com esta atitude provocou um confronto entre jogadores e elementos oficiais de ambas as equipas", pode ler-se.

Sem nenhum castigo extra, Sérgio Conceição poderá marcar presença no banco no encontro entre o FC Porto e o Portimonense, na sexta-feira, que vai inaugurar a 12.ª jornada da Liga portuguesa.

Benfica crítica decisão

O Benfica criticou duramente a decisão e falou em "campeonato sujo com total dualidade de critérios"

"Rui Vitória, após expulsão com o Moreirense, levou 15 dias de castigo por reincidência de épocas anteriores. Sérgio Conceição, à terceira expulsão só nesta época e 15 expulsões nos últimos anos, leva apenas uma multa de 765 euros, existindo um apagão total sobre reincidências", disse fonte oficial das águias.

"Campeonato sujo com total dualidade de critérios dentro e fora de campo num regresso a um passado de triste memória. É o descrédito total", rematou a mesma fonte.

Depois do protesto do clube da Luz, Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos azuis-e-brancos, recorreu às redes sociais para responder à águia.

"É normal que o Rui Vitória sofra castigo efetivo e Sérgio Conceição não, pela simples razão que no FC Porto adoramos o nosso treinador e no Benfica querem despedir o deles, que agora é mais um precário no mercado de trabalho. Na perspetiva do vieirismo, um castigo até dá jeito", escreveu o dirigente no Twitter.