Internacional

Interpol captura mulher que escondia cocaína em latas de doce de leite com vinte anos de atraso

Sylwia era procurada desde 1998

DR  

Sylwia Sulecka, mais conhecida na América Latina como Mónica Aireyu Banegas, era procurada pela polícia há 20 anos. A mulher, de nacionalidade polaca, foi finalmente capturada na última segunda-feira em Belgrano, na Argentina.

Segundo o jornal argentino ‘Clarín’, Sylwia era procurada desde 1998 pela justiça polaca, quando tinha apenas 21 anos, por tráfico de droga, mas de uma forma especial: a mulher escondia cocaína em saltos dos sapatos, em frascos de café e ainda em doce de leite.

Acusada de integrar uma organização transnacional de tráfico de estupefacientes entre a Europa e a América Latina, Sylwia adotou uma nova identidade na Bolívia, onde passou a chamar-se Mónica, tendo conseguido atravessar a fronteira para a Argentina.

Em outubro, as autoridades argentinas uniram esforços com a Interpol de Varsóvia e conseguiram finalmente localizar e apanhar a traficante.