Sociedade

Funcionários são suspeitos de roubar bagagens de jogadores do Schalke 04 no Aeroporto do Porto

GNR continua a investigar outras queixas de furtos

Três funcionários da Portway, empresa de ‘handling’ que opera no Aeroporto do Porto, foram acusados de ter furtado bagagens dos jogadores do Schalke 04.

As bagagens estariam já no interior do porão do avião, que levou os jogadores da equipa alemã de regresso a casa, na sexta-feira, após a derrota por 3-1 com o FC Porto.

A GNR recuperou três camisolas do equipamento da equipa portuguesa, que terão sido trocadas entre os atletas no final daquele jogo da Champions, duas dos alemães e também ouro.

Fonte oficial da GNR confirmou ao Correio da Manhã que os suspeitos seriam três empregados da Portway e adiantou também que estão a ser investigadas outras queixas de furto.

"A empresa tem colaborado connosco desde o início. Estamos a falar de funcionários que subtraem objetos para seu benefício próprio", acrescentou a mesma fonte.

A investigação envolveu 16 buscas, oito delas em residências e as restantes nos cacifos dos suspeitos.

Os funcionários têm entre 30 e 40 anos e estão sujeitos a termo de identidade e residência.