Internacional

Theresa May adia votação do acordo para o Brexit

Em atualização 

Theresa May adia votação do acordo para o Brexit negociado com a União Europeia (UE). 

Esta decisão surge depois de o Tribunal de Justiça da União Europeia ter decidido que o Reino Unido pode cancelar o Brexit sem que exista uma autorização por parte dos restantes 27 membros desta organização.

Esta posição é vista por muitos como uma forma de a primeira-ministra admitir que não acredita que irá conseguir aprovar o acordo alcançado com a UE na semana passada.

Como explica a imprensa britânica, as votações podem ser remarcadas para a próxima semana ou até mesmo para janeiro, nunca podendo ultrapassar o dia 21. No entanto, quanto mais tarde for aprovado o acordo, menos tempo o Reino Unido tem para implementar a legislação necessária para abandonar a UE, uma vez que a saída está marcada para 29 de março de 2019.