Politica

Viagens dos deputados. Ferro Rodrigues quer mudanças rápidas

O SOL apurou que a primeira reunião do grupo de trabalho destinado a analisar as despesas e reembolsos de viagens de deputados acontece na quinta-feira

O grupo de trabalho para analisar as despesas e reembolsos de viagens de deputados já foi criado e o presidente do parlamento, Ferro Rodrigues, quer que as novas regras produzam efeitos “ainda na presente legislatura”, ou seja, até ao verão.

O SOL apurou que a primeira reunião do grupo de trabalho, que será presidido pelo vice-presidente da Assembleia da República, Jorge Lacão, acontece na quinta-feira.

Do grupo de trabalho fazem ainda parte António Leitão Amaro (PSD), Pedro Delgado Alves (PS), Pedro Filipe Soares (BE), António Carlos Monteiro (CDS), António Filipe (PCP) e José Luís Ferreira (PEV).

A criação do grupo de trabalho foi decidida numa reunião extraordinária da conferência de líderes parlamentares, a 5 de dezembro, convocada para discutir o tema das despesas e reembolsos de viagens e a polémica com presenças falsas registadas em sessões plenárias por alguns deputados.

Em causa está a duplicação de apoios estatais ao transporte entre o continente e as ilhas aos deputados, além de outras práticas no reembolso de despesas por viagens e deslocações. Alguns parlamentares terão beneficiado do subsídio atribuído pelo parlamento, de cerca de 500 euros semanais, e, simultaneamente, do desconto para residentes naquelas regiões, que reduzem substancialmente o preço dos bilhetes.