Sociedade

PJ faz buscas na Câmara de Santo Tirso

Vice-presidente e chefe de divisão foram constituídos arguidos, outras cinco pessoas foram detidas

A Polícia Judiciária está a realizar buscas na Câmara de Santo Tirso, no âmbito de uma operação que já levou à detenção de cinco pessoas, além da constituição como arguidos do vice-presidente da autarquia e de uma chefe de divisão.

Em causa, estará a “aquisição de uma viatura elétrica pela câmara”, na qual o vice-presidente Alberto Costa e a chefe de divisão Maria Cacilda de Sousa foram intervenientes, segundo fonte policial citada pela agência Lusa.

A mesma fonte explicou que o envolvimento da autarquia neste caso, surge em paralelo com uma outra investigação sobre "fraude e criação de empresa que emitia faturas falsas a outras empresas, justificando dessa forma despesas depois apresentadas para efeitos de candidatura a fundos comunitários do Portugal 2020".

Os cinco detidos "não são da câmara" de Santo Tirso, revelou fonte da Polícia Judiciária.