Economia

Reclamações de tarifários jovens aumentaram 62%

A WTF é a marca que mais queixas tem e a principal causa é o incumprimento da operadora.

DR  

As operadoras de tarifários jovens viram o número de reclamações a aumentar este ano. 

Desde janeiro até outubro, o número de reclamações aumentou 62% face ao mesmo período do ano passado, de 151 para 244. A WTF, marca da operadora NOS, é a que regista mais queixas, com um aumento de 153% em comparação com o ano passado. 

A Yorn registou um aumento de 11 queixas enquanto a Moche diminuiu 5 queixas.

"Um dos principais motivos de reclamação apresentado pelos consumidores, desde agosto, está relacionado com o incumprimento do que é garantido pelo tarifário escolhido. Na prática, significa que as aplicações ditas gratuitas ficam inacessíveis quando se esgotam os dados móveis. Chegam mesmo a existir situações em que há uma adição de um extra de Internet (valor cobrado) sem o cliente ter pedido", explica comunicado do Portal da Queixa.

A marca já reagiu: "São várias as reclamações que a WTF tem recibo ao longo do ano, no entanto, isso não tem abalado o seu índice de satisfação de 78.9 na página do Portal da Queixa. A marca WTF tem dado resposta e resolvidas as insatisfações apresentadas na maior rede social de consumidores, o que leva a uma taxa de resposta na ordem dos 95% e de solução na ordem dos 52%".