Economia

Governo confirma acordo entre estivadores e operadores do Porto de Setúbal

Este é um dia "extremamente importante para o Porto de Setúbal", mas também para a economia portuguesa, disse Ana Paula Vitorino

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, confirmou, esta sexta-feira em conferência de imprensa, que foi alcançado um acordo entre os trabalhadores precários do Porto de Setúbal e os operadores.

A assinatura formal do acordo decorreu durante a conferência de imprensa, que teve lugar no Ministério do Mar, em Lisboa, ao inicio desta tarde. 

Ana Paula Vitorino manifestou-se satisfeita com o alcançar do acordo, sublinhando que este é um dia "extremamente importante para o Porto de Setúbal", mas também para a economia portuguesa e sobretudo para os trabalhadores.

Para a governante, este acordo permite "a eliminação da precariedade incompreensível". 

O acordo prevê a "contratação imediata" de 56 trabalhadores, possibilitando também "a contratação a curto prazo de mais dez a 37 estivadores". 

"Neste acordo são também fixadas regras de gestão do trabalho a todos os estivadores do Porto de Setúbal", afirmou a ministra, explicando que haverá limites mínimos remuneratórios e repartição do trabalho, sendo que o acordo, no que diz respeito a esta questão, abrange todos os efetivos, mas também a todos os "eventuais" daquela infraestrutura portuária.