Sociedade

Johnson & Johnson sabia que pó de talco para bebé continha amianto

Vários documentos confidenciais foram analisados


A Johnson & Johnson soube durante décadas que o pó de talco para bebés continha amianto - uma substância que, segundo vários testemunhos, estará por detrás de vários casos de cancro nos ovários.

De acordo com a Reuters, a conclusão surgiu depois de terem sido analisados dezenas de relatórios e memorandos da empresa, bem como outros documentos confidenciais.

Recorde-se que centenas de mulheres acusam a Johnson & Johnson de vende pó de talco com amianto, o que terá dado origem a inúmeros casos de cancro no ovário. A empresa chegou a ser condenada a pagar uma multa de 70 milhões de euros a uma mulher que desenvolveu cancro.

Vários testes provaram que, entre 1971 e 2000, os pacotes de pó de talco da marca continham uma pequena quantidade de amianto.