Sociedade

Carteiristas assaltam agente da PSP no metro de Lisboa

Incidente aconteceu na estação de metro do Martim Moniz

No passado dia dez de dezembro, dois homens assaltaram, no metro de Lisboa, uma mulher. No entanto, o que estes não sabiam é que se tratava de uma agente da PSP.

Através de um comunicado, esta força de autoridade explicou que o incidente aconteceu dentro da estação de metro do Martim Moniz, quando a agente da PSP - que não se encontrava identificada - se dirigia para o trabalho e foi abordada por dois homens. Estes pediram-lhe que os ajudasse a transportar as malas que traziam consigo, tendo um deles roubado o telemóvel do bolso do seu casaco e, assim que a agente se apercebeu do que estava a acontecer, “prontamente intercetou o carteirista com o seu telemóvel sendo que o segundo encetou fuga”.

Mais tarde, o homem que estava em fuga acabou por ser intercetado pelas autoridades.

Os detidos têm idades compreendidas entre os 23 e os 29 anos e, de acordo com o comunicado, são “sobejamente conotados com este crime”, sendo que nos últimos meses já tinham sido “detidos e indicados em mais de 15 situações idênticas”. Ambos se encontravam com “penas de prisão suspensas”.

Os dois homens já foram presentes a primeiro interrogatório judicial, mas acabaram por ser “libertados com leitura de sentença adiada para nova data”.