Sociedade

‘Coletes Amarelos’. PR elogia a “grande maturidade, sensatez e bom senso” dos portugueses

O Presidente da República elogiou, esta sexta-feira, todos os portugueses que participaram na manifestação dos ‘coletes amarelos’.


"Eu penso que os portugueses reagiram com uma grande maturidade. Isto é, um povo com quase 900 anos e, portanto, não trocou a segurança da democracia por o que poderiam ser realidades aventureiras", começou por dizer o chefe de Estado aos jornalistas.

Marcelo Rebelo de Sousa falava à margem da festa de Natal da Comunidade Vida e Paz, em Lisboa, e respondia às questões dos jornalistas sobre os protestos dos "coletes amarelos", que se realizaram hoje.

"O que têm a exprimir, exprimem em eleições. Vão ter eleições daqui a cinco meses e, depois daí, a mais uns meses. Se gostam, gostam. Se não gostam, não gostam e escolhem outra realidade que gostem mais", disse ainda Marcelo.

Para o Presidente da República, os portugueses "percebem que, estar a reproduzir, ainda que seja por imitação, realidades que se verificam noutros países, noutro contexto, com violência, à margem do sistema", não faz parte da maneira de ser do povo português.

Marcelo disse que estas atitudes transmitem um “sinal de sensatez”. "Houve pontualmente manifestações. Eu próprio quis observar o que se passava e passei agora a conduzir o meu automóvel pelo Marquês de Pombal, às 18:31, para ver mesmo o que estava a acontecer. Não havia manifestação em frente do Palácio de Belém", esclareceu Marcelo Rebelo de Sousa.

Recorde-se que durante o dia de hoje, vários portugueses realizaram uma manifestação - "coletes amarelos" -, que acabou por ter uma fraca adesão, mas ainda assim provocou alguns condicionamentos de trânsito em várias zonas do país.