Internacional

Cerca de 1.000 voos e mais de 140 mil passageiros afetados por drones em Gatwick

Aeroporto não operou com normalidade durante três dias


A paralisação no aeroporto de Gatwick, na periferia de Londres, desde quarta-feira à noite, afetou cerca de 1.000 voos e mais de 140 mil pessoas. Em causa está o “uso criminoso de drones”.

Segundo a polícia do Reino Unido, o caso levou à detenção de duas pessoas. Contudo, não foi divulgada qualquer informação sobre os suspeitos ou sobre a detenção.

O aeroporto de Gatwick informou, em comunicado, que espera que os 757 voos programados para este sábado possam decorrer “com normalidade”. Contudo, fica o aviso de que podem acontecer atrasos e cancelamentos até à reposição da normalidade no aeroporto.

Os passageiros são aconselhados a entrar em contacto com as companhias aéreas antes de se deslocarem para o aeroporto.

Os comentários estão desactivados.