Desporto

Paulo Sousa fica mal na fotografia e pode ter mudança para a Roma comprometida

Treinador português publicou fotografia dos tempos de jogador na Juventus, gesto que não foi bem recebido pelos adeptos da capital italiana, clube a que está a ser associado

Sábado, 22 de dezembro, foi dia de Juventus-Roma, mas não foi só dentro das quatro linhas que o encontro deu que falar. E, desta feita, o protagonista português não foi Cristiano Ronaldo. O emblema de Turim venceu por 1-0, com golo do croata Mandzukic, em jogo referente à 17.ª jornada da Serie A, mas a imprensa italiana haveria de dar destaque a outro episódio. Em causa uma publicação feita nas redes sociais pelo treinador português Paulo Sousa.

Associado à AS Roma, devido aos maus resultados do conjunto que está atualmente sob o comando de Eusebio Di Francesco, o antigo jogador do Benfica pode ter comprometido uma possível mudança para Itália por causa de uma fotografia. 

O ex-internacional português partilhou um registo dos seus tempos na vecchia signora, precisamente num encontro contra a equipa da capital italiana, gesto que não caiu bem entre os adeptos da formação romana. “Esquece, a Roma não é para ti”, “Não te queremos em Roma” ou “Chacal, fica longe”, foram alguns dos comentários feitos pelos adeptos giallorossi na referida publicação, que também foi, de resto, duramente criticada pela imprensa italiana.

Caso para dizer, uma imagem vale mais que mil palavras...

“Autogolo mediático” As reações levaram Paulo Sousa a apagar a fotografia durante a madrugada de domingo, mas nem isso fez com que os jornais desportivos de Itália fossem mais brandos no momento de analisar a atitude do técnico português. 

A “Gazzetta dello Sport” falou em “autogolo”, o “Corriere dello Sport” e o “Tuttosport” referiram a fúria giallorossi enquanto o “Il Giornal” preferiu designar a opção do português de “autogolo mediático”.

Recorde-se que Paulo Sousa está neste momento sem clube depois de ter deixado em outubro passado o comando técnico dos chineses do Tianjin Quanjian.

O treinador natural de Viseu é um dos nomes que está em cima da mesa para suceder ao italiano no comando técnico da Roma, que nos últimos sete jogos somou apenas uma vitória.

O emblema da capital italiana ocupa atualmente o 10.º lugar na tabela classificativa, com 24 pontos, menos 25 que a líder Juventus.

A Roma recebe esta quarta-feira o Sassuolo, em jogo da 18.ª jornada da Serie A, e, segundo a imprensa daquele país, em caso de derrota no Olímpico poderá mesmo ser o fim da linha para Di Francesco. 

Apesar dos maus resultados que tem registado na Liga italiana, de notar que o conjunto romano conseguiu carimbar a passagem para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, fase em que vai medir forças com... o FC Porto.