Economia

Licenças de construção e reabilitação aumentaram até setembro

A região centro esteve em destaque devido ao crescimento de 23,4% nos fogos licenciados, 63% destes em T3 ou superior

dr  

Mais de 10 mil licenças de habitação e de 14 mil fogos em novas construções marcam os primeiros nove meses no ano, segundo a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN). 

As licenças registaram assim um aumento de 19,7% face ao igual período do ano passado enquanto que no que diz respeito aos fogos em construções novas verificou-se um aumento de 35,2% face ao msmo período de comparação. 

"Em setembro, o novo crédito concedido para aquisição de habitação cresceu 6,9%, em termos homólogos, o menor ritmo dos últimos 49 meses. Em termos acumulados desde o início do ano e apesar do abrandamento, o novo crédito ainda mantém um forte crescimento, com uma variação de 22,6%, em termos homólogos", afirmou a AICCOPN em comunicado.

O valor médio da avaliação bancária na habitação atingiu um novo máximo, com os 1.205 euros por metro quadrados, um crescimento de 6,2% em termos homólogos. "Nos apartamentos, assistiu-se a uma subida de 6,0%
para 1.264€ e nas moradias de 5,7% para 1.111€, em termos homólogos", pode ler-se. 

A região centro foi a recordista. Na zona em destaque "observou-se um aumento de 23,4% nos fogos licenciados em
construções novas até setembro", em que 68,3% destes são T3 ou superior, pouco mais de 21,4% T2 e 10,3% de tipologia inferior. "Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em setembro, um aumentoem termos homólogos, de 5,6% para 997€ por m2", pode ler-se.