Desporto

Schmeichel ainda tentou salvar dono do Leicester, mas “já nada havia a fazer”

Kasper Schmeichel, guarda-redes do Leicester, foi uma das primeiras pessoas a chegar ao local onde o helicóptero caiu.

Em entrevista à Sky Sports, o jogador dinamarquês Kasper Schmeichel conta como se sentiu impotente perante o poder do fogo depois de o helicóptero onde seguia o dono do clube ter caído.

"Infelizmente lembro-me de tudo. Recebi a visita de familiares, da Dinamarca, e levei-os a dar uma pequena volta pelo estádio. O helicóptero era sempre uma grande atração. Acenámos e começámos a ver o helicóptero subir. Já tinha visto aquilo centenas de vezes, era quase um ritual. Dava para perceber que algo estava mal", começou por contar o guarda-redes dinamarquês em entrevista à Sky Sports. "

"Saí a correr do túnel e dei a volta para aquele lado do estádio. As pessoas que estavam por ali não perceberam o que aconteceu, e eu comecei a gritar para chamarem a polícia. Um dos seguranças veio atrás de mim. Tentámos aproximar-nos, e o segurança até se aproximou mais do que eu, tentou fazer algo. Mas tornou-se evidente, pelo calor, que não havia nada a fazer. E sim, foi horrível sentir essa impotência", disse o guarda-redes.