Desporto

Liga. Dois auto-golos valem derrota do Benfica em Portimão

O Portimonense venceu por 2-0 e subiu ao sétimo lugar, com as águias a cair para o terceiro e a perder Jonas, expulso

Depois do Sporting, também o Benfica caiu em Portimão. No Algarve, o Portimonense havia batido os leões por 4-2 na sétima jornada e esta quarta-feira, na ronda 15, superiorizou-se às águias - algo que nunca tinha conseguido nos anteriores 40 confrontos entre as duas equipas -, vencendo por 2-0, embora de forma bastante inusitada: beneficiou de auto-golos dos dois centrais do Benfica, Rúben Dias e Jardel.

O Benfica entrou em campo já a saber que o Braga tinha vencido o Marítimo (2-0), o que significava logo à partida a ultrapassagem dos bracarenses na tabela. Ainda as duas equipas se iam tentando conhecer e posicionar e já o Portimonense marcava - ou melhor, o Benfica sofria: aos 12 minutos, ao tentar cortar um cruzamento de Manafá, Rúben Dias desviou a bola para a sua baliza, traindo o guardião Vlachodimos.

A partida esteve longe de ser bem disputada e não viu acontecerem grandes ocasiões de golo: realce apenas para uma tentativa de Jackson Martínez e outra de Jardel, ambas bem resolvidas pelos dois guarda-redes. Até que, aos 38', surgiu o segundo golo algarvio: bola longa de Nakajima, Jackson fugiu a Rúben Dias e tocou por cima de Vlachodimos. Na entrada da pequena área, Jardel tinha tudo para cortar para longe... mas cabeceou de forma defeituosa para a própria baliza.

A perder por 2-0 ao intervalo, Rui Vitória lançou o regressado Salvio e também Seferovic para os lugares de Gedson Fernandes e Cervi e o Benfica espevitou, mas sempre sem ser capaz de criar ocasiões de perigo. Do outro lado, pelo contrário, Vlachodimos teve de se superar para negar tentos a Manafá e Paulinho. Como se não bastasse, à entrada para os últimos 20' Jonas, que havia visto amarelo pouco antes após uma discussão com Paulinho, protagonizou uma entrada muito imprudente na ânsia de chegar à bola, acabando por atingir o guarda-redes do Portimonense, Ricardo Ferreira, que ficou mesmo a sangrar na face. Após consultar o VAR, o árbitro Manuel Mota mostrou vermelho direto ao 10 encarnado e a tentativa de reação do Benfica morreu aí.

As águias ocupam agora o terceiro lugar, a um ponto do Braga e a quatro do líder FC Porto, que só entra em campo esta quinta-feira, no terreno do aflito Aves - tal como o Sporting, neste momento a um ponto do Benfica, que recebe o Belenenses, SAD. O Portimonense, por seu lado, subiu para um tranquilo sétimo posto, a dois pontos de Vitória de Guimarães, que perdeu por 1-0 na Choupana, frente ao Nacional (11.º), e Moreirense, a fazer um campeonato sensacional e a vencer esta noite em Vila do Conde o Rio Ave por 2-1.

Nos outros jogos do dia, destaque também para os triunfos dos aflitos Tondela (1-2 no terreno do Santa Clara) e Boavista (1-0 na receção ao Vitória de Setúbal). Na cauda da tabela permanecem Marítimo, Feirense e Chaves - os dois últimos defrontam-se esta quinta-feira em Trás-os-Montes.