Economia

Montepio. Associação e banco garantem que apoiam João Ermida para chairman

As duas entidades esclarecem ainda que, neste momento decorre, nos termos da lei, o processo de avaliação prévia no Banco de Portugal.

A Associação Mutualista Montepio e o Montepio vieram esta quinta-feira garantir que não existe qualquer tensão entre as duas institituições em torno do nome de João Ermida proposto para chairman da insttuição financeira. Um nome que já tinha sido avançado pelo SOL.

"Tendo em conta o prazo adicional concedido pelo Banco de Portugal para acumulação das funções de Presidente do Conselho de Administração e de Presidente da Comissão Executiva pelo atual titular, a Associação Mutualista, através do seu Presidente, desenvolveu iniciativas, em articulação com o Presidente do Banco, para encontrar e propor um nome para aquela função com respeito pelo prazo referido", refere em comunicado conjunto.

O documento diz ainda que, na "sequência destas iniciativas, o Presidente do MGAM endereçou convite a João Ermida e, atendendo ao período eleitoral na instituição, foi adotado o procedimento de pedido de autorização prévia à respetiva nomeação; tal pedido foi, como dispõe a regulamentação, devidamente instruído pelo Banco – incluindo o parecer favorável da Comissão de Auditoria – e submetido formalmente ao Banco de Portugal com o conhecimento do MGAM.

As duas entidades esclarecem ainda que, neste momento decorre, nos termos da lei, o processo de avaliação prévia da pessoa proposta para a função de chairman do Banco Montepio e, como tal, dizem que  "nenhuma opinião do supervisor foi ou será emitida antes do final deste processo".