Vida

Ronaldinho Gaúcho proibido de sair do Brasil

"Parece-me que estamos diante de uma situação onde o condenado claramente goza com a justiça"

O antigo jogador de futebol tinha um compromisso no Dubai, mas foi proibido de sair do país pela justiça brasileira.

O juíz Newton Fabrício, da 1.ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, determinou a retirada do passaporte a Ronaldinho Gaúcho e ao seu irmão por estes não cumprirem com a sentença que lhes foi interposta em 2015: ambos deviam ter pago uma multa de dois milhões de euros por terem cometido crimes ambientais, mas tal não aconteceu.

Na altura, o antigo avançado do Barcelona encontrava-se fora do Brasil quando a decisão do juíz foi anunciada e, como não voltou até dezembro, o seu passaporte foi apreendido pela polícia no aeroporto.

"A mim parece-me que estamos diante de uma situação onde o condenado claramente goza com a justiça diante da sociedade brasileira e mundial", afirmou o procurador brasileiro Pereira dos Santos, em comunicado.

O antigo jogador estava ia participar na 13.ª Conferência internacional de Desportos que se vai realizar no Dubai .