Internacional

Mulher diz ser uma sem-abrigo adolescente e inscreve-se em escola

As autoridades querem agora perceber se a mulher de 32 anos se inscreveu em mais alguma escola

"Eu não posso especular sobre isso. Não sei quais eram as motivações dela", explicou Anthony Taibi, o diretor da Cairo-Durham, uma escolha em Nova Iorque, onde uma mulher de 32 se inscreveu mudando o nome e fazendo-se passar por uma rapariga de 15. 

A mulher foi presa no dia 28 de dezembro e está agora acusada de dois crimes e de invasão de propriedade e a preocupação das autoridades passa por descobrir se esta se terá inscrito em mais alguma escola. 

Michaelann Goodrich afirmou ser uma sem-abrigo chamada Riley Madison e até aí tudo corria bem. No entanto, no primeiro dia de aulas, dia 19 de dezembro, os alunos acharam a sua aparência estranha e avisaram as autoridades.