Internacional

Jim Yong Kim renuncia à presidência do Banco Mundial

Jim Yong Kim estava na presidência do Banco Mundial há seis anos

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, anunciou esta segunda-feira a sua demissão.

Jim Yong Kim, de nacionalidade norte-americana e de origem sul-coreana, vai manter-se no cargo até ao dia 1 de fevereiro. O termo do seu mandato estava previsto para 2022.

De acordo com um comunicado da instituição, citado pela BBC, o antigo médico, de 59 anos, que estava à frente do Banco Mundial há seis anos, vai voltar ao setor privado, e “unir-se a uma empresa que investe em infraestruturas em países em desenvolvimento”.

"Foi uma grande honra servir como presidente esta notável instituição, cheia de indivíduos apaixonados e dedicados à missão de acabar com a pobreza extrema dos nossos tempos", referiu Jim Yong Kim, em comunicado.

O Banco Mundial tem sede em Washington, nos Estados Unidos.